Deputado Ossesio reivindica melhorias no Hospital Geral de Areias Sony Santos

Deputado Ossesio reivindica melhorias no Hospital Geral de Areias Sony Santos

Foi aprovada na Assembleia Legislativa de Pernambuco, a indicação n° 12454/2018 de autoria do deputado Ossesio Silva, cobrando melhorias estruturais no Hospital Geral de Areias Sony Santos, localizado no bairro de Areias, em Recife.

“O objetivo único da reivindicação, é o de melhorar a qualidade de vida dos pacientes deste hospital. A saúde pública em Pernambuco vem passando por sérios problemas, mas o atendimento deste pleito permitirá que a população tenha um atendimento digno” explicou o parlamentar.

Através da mesma proposição, também solicitei a mudança da fachada do hospital, com o cumprimento da Lei Estadual de n° 16.357/2018, que modificou o nome do Hospital Geral de Areias (HGA) em Hospital Geral de Areias Sony Santos.

O deputado ressaltou a importância da homenagem. “Conceder ao Hospital Geral de Areias, o nome de Hospital Geral de Areias Sony Santos, é prestar um justo agradecimento da sociedade, pelos relevantes serviços prestados. O reconhecimento é mais que merecida, tendo em vista a importância desta figura ilustre e tão crucial que foi para o Estado de Pernambuco” destacou.

História de Sony Santos

Sony Santos era coordenadora da Política de Saúde da População Negra da secretaria de Saúde do Recife. Ela era reconhecida por sua luta em prol dos direitos das mulheres negras no Brasil. Militante do movimento negro, em especial as mulheres, acreditava na auto-organização das mulheres negras e fez parte da construção da Marcha das Mulheres Negras em Pernambuco. Sobre o racismo, dizia em entrevista: É nosso desafio, assim como de várias cidades, combater o tratamento desigual que deixa a mulher negra em situação de vulnerabilidade.

Como coordenadora Política de Saúde da População Negra do município de Recife, honrava seu compromisso em promover a saúde integral da população negra, destacando a importância da redução das desigualdades raciais, do enfrentamento ao racismo e á discriminação nas instituições e serviços do SUS.

Sony era graduada em Serviço Social pela Universidade Católica de Pernambuco (1992), curso de especialização em nível de residência em Medicina Preventiva e Social promovido pelo Instituto Aggeu Magalhães/Fiocruz/Ministério da Saúde (1995) e mestrado profissional em vigilância sobre saúde (2005).

 

Texto: Thiago Gouveia / Ascom – deputado estadual Ossesio Silva

 

Foto: Alepe

 

Deixe seu comentário