RECONHECER QUE NÃO É UM SUPER-HOMEM

RECONHECER QUE NÃO É UM SUPER-HOMEM

Existem momentos em que nossos pensamentos nos conduzem a alimentar ideias de fracasso. Experimentamos a sensação de que nossos esforços têm sido inúteis, que não conseguiremos sobrepor os obstáculos, reverter situações, influenciar amigos e familiares a se voltarem para Aquele que nos faz completos. Sentimos que todo nosso esforço no agir a fé obedecendo e seguindo a direção de Deus tem sido em vão.

Após essa atitude, Ele nos faz ver com Seus olhos e perceber que já plantamos, plantaremos e colheremos todos os frutos.Apesar de tudo parecer estar dando errado, precisamos nos sobrepor aos olhos físicos, nos retirando para uma conversa sincera a sós com Deus, não nos importando com nossas fraquezas, pois Ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó.*
Como exemplo temos o profeta Elias, que seguia a direção de Deus, e em sua caminhada alimentou pensamentos e agiu da forma descrita acima.           Então, desabafou com Deus e declarou sua sensação de fracassado. Deus enviou anjos para alimentá-lo, com Sua voz mansa e suave. O levou a meditar e observar que havia frutos no seu ministério, alguns que ele ainda não tinha conhecimento, e o mostrou que nada do que ele fizera havia sido em vão. Em seguida, lhe concedeu nova direção. Elias se levantou animado e obedeceu, deixando de olhar para o passado. Investiu no presente e foi ainda mais usado e ousado que anteriormente.
Sua história de vida ficou marcada: fez de Eliseu seu discípulo, demonstrou o poder de Deus em diversas situações. Foi levado ao céu de forma sobrenatural. Seu testemunho foi citado no velho e novo testamento; até mesmo o Senhor Jesus mencionou seu nome, fazendo um paralelo dele com João Batista**. Na transfiguração, apareceu conversando com Jesus e Moisés!***
Deus nos alimenta de forma personalizada, falando conosco suavemente, produzindo paz interior e nos conduzindo ao caminho da vitória. Nosso papel é alimentar nossa intimidade com Ele por meio da oração sincera seguida da obediência à Sua voz.

“Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto.” Tiago 5:17,18

Este texto foi inspirado em 1 Reis 17, 18 e 19 e 2 Reis 2.
*Salmos 103.14
**Mateus 17.12
***Marcos 9.2-4 …

Deixe seu comentário