Deputado Ossesio reivindica aumento do efetivo policial para o interior de PE

Deputado Ossesio reivindica aumento do efetivo policial para o interior de PE

Os pernambucanos já estão cansados: quase todo mês, um ou mais casos de explosões a caixas eletrônicos, furtos, roubos ou assaltos a banco são registrados, principalmente no Interior do Estado. O deputado Ossesio Silva, apresentou na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), solicitações para aumentar o efetivo da Polícia Militar em diversos municípios da Zona da Mata, Agreste e Sertão do estado.

Segundo Ossesio, o pedido foi motivado devido o aumento da criminalidade em várias cidades do interior. “A criminalidade vem aumentando de forma alarmante, estão cada vez mais frequentes os delitos e tem atingido sobremaneira a qualidade de vida da população. A violência está avançando de maneira vertiginosa no Estado de Pernambuco”, ressaltou o deputado.

Nos últimos meses, moradores e comerciantes têm notado um aumento na criminalidade e estão se sentindo cada vez mais inseguros. “É importante reconhecer o esforço, empenho e dedicação com que as equipes de segurança pública têm trabalhado para conter a criminalidade nas localidades, no entanto, vale ressaltar que o baixo efetivo aliado a outras situações, têm sido um verdadeiro obstáculo para que a contenção deste avanço seja realizada de forma efetiva. O reforço imediato dos serviços de segurança pública é fundamental para garantir o bem-estar de cada cidadão”, destacou.

Balanço

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco divulgou um levantamento que revelou que 190 ações violentas foram cometidas contra agências bancárias e caixas eletrônicos no estado, entre os dias 1º de janeiro e 27 de outubro. O mapeamento teve como base dados reunidos pela entidade através dos bancos, do Sindicato dos Vigilantes e da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE).

De acordo com o levantamento dos bancários de Pernambuco, até outubro de 2016, foram registrados 12 assaltos, cinco sequestros, 27 explosões e 13 arrombamentos de agências das instituições financeiras. Nos terminais de autoatendimento instalados fora das agências, foram 128 ataques, além de cinco explosões de carros-fortes.

De acordo com a PF, em 2015 foram registrados 26 arrombamentos, sete assaltos, três explosões e seis furtos de armas, todos em unidades da Caixa em Pernambuco. No ano passado, foram 20 arrombamentos, um assalto, sete explosões e três furtos de armamento.

Texto: Thiago Gouveia

Foto: Jacqueline Calazans

Deixe seu comentário